Em 2001, a Alemanha quis homenagear a atriz Audrey Hepburn e decidiu colocar em circulação de um selo comemorativo.

A família da atriz opôs-se à iniciativa e estes nunca chegaram a entrar no mercado.

A maioria desapareceu ou foi destruído, mas os que resistiram valem agora uma fortuna.

A casa de leilão Schlegel de Berlim, que é especialista em selos, revela que existem apenas cerca de 30 selos da Audrey Hepburn.

Os selos foram à praça esta semana e a licitação base foi de 30 mil euros.

Um coleccionador anónimo ficou com ele por 53.500 euros.

A estrela de cinema nasceu na Bélgica e faleceu com cancro na Suíça, em 1993.

Anúncios