“Manual do Arquiteto Descalço”, da editora Empório do Livro, não é um lançamento (a edição é de 2008 e chegou por aqui no início do ano), mas lendo a sinopse pode-se ter uma ideia:

“A bio-arquitetura é um conceito que une ecologia, arquitetura e urbanismo. Revela técnicas e maneiras de construção em harmonia com a natureza e os seus recursos, promovendo o equilíbrio entre o meio ambiente e o progresso e, ao mesmo tempo, ajudando o homem a habitar o mundo de forma digna.

 Neste livro, o arquiteto propõe explicações sobre contextos climáticos, formas e materiais que capacitam soluções sobre energia, água e saneamento que ajudam na obra, por meio do uso de eco-tecnologias alternativas”.

O arquiteto e urbanista holandês Johan van Lengen – autor da obra – passou a maior parte de sua vida na América Latina – até se estabelecer no Brasil e fundar, em 1987, o TIBÁ – Instituto de Tecnologia Intuitiva e Bio-Arquitetura (www.tibarose.com), na serra fluminense.

Encontrei uma resenha bem legal no Planeta Sustentável. Ficou curioso? Corre para a livraria!

Tem na Livraria Cultura .

É isso aí pessoal, temos que nos harmonizar com a natureza.
Não basta só reciclar os lixos, temos que abrir mais o campo de visão.

Bjs.

.

.

.

Anúncios