Quem assistiu ao filme O Diabo Veste Prada (2006) deve se lembrar da cena em que Miranda Priestly, diretora da revista fictícia Runaway, comenta o casaco azul cerúleo de Andy, sua assistente. Miranda explica que até mesmo a escolha aparentemente despretensiosa de Andy por aquela peça foi, na verdade, influenciada pela indústria de moda.

Trabalhos artesanais, como a renda e os crochês, estão entre as tendências do inverno 2011
Trabalhos artesanais, como a renda e os crochês, estão entre as tendências do inverno 2011

E isso não é apenas ficção. São nas editorias de moda e nos escritórios que pesquisam tendências que se decidem as cores, as modelagens e os acabamentos das roupas que estarão nas araras das próximas estações.Pensando em definir algumas dessas tendências voltadas para o mercado brasileiro, o SENAI lançou nesta quarta, 22 de setembro, seu caderno de inspirações para o inverno 2011. Com uma abordagem mais direta, o material é voltado para o pequeno e microempresário, que, muitas vezes, não tem como contratar os serviços dos bureaus internacionais – os escritórios que pesquisam tendências.Além de trazer as informações de moda guiarão as coleções do próximo inverno, o caderno se diferencia pela abordagem bastante regional, com pesquisas feitas em 16 estados brasileiros. “O grande o valor do mercado nacional no exterior ainda é o artesanal. Com a força das produções manuais nos desfiles internacionais, esta é uma grande chance para os produtores brasileiros apostarem em tricôs, crochês, rendados e patchworks”, diz Mariana Maciel, uma das pesquisadoras.Diferentemente dos bureaus internacionais que lançam tendências temáticas, os pesquisadores do guia do SENAI dividiram as tendências por estilos de comportamento: contemporâneo, esportivo, irreverente, romântico e sensual. “A ideia é facilitar a compreensão das tendências, trazendo informações mais práticas e segmentadas para que o empresário saiba como atender mais prontamente o seu consumidor”, explica Mariana.Confira o resumo das principais tendências apresentadas.

Contemporâneo

Com peças atemporais, o estilo busca referências nos anos 1990, em roupas carregadas de urbanidade e com toques minimalistas. Entre as peças favoritas estão os vestidos mini, midi, longos, calças de cintura alta, carrot, cigarrete e pantalonas com barra italiana. Nos tecidos, as apostas são os tricôs e alfaiatarias em geral.

contemporaneo_moldes
Conceito - Contemporâneo - Inverno 2011
contemporaneo_moldes
Contemporaneidade nas passarelas.
contemporaneo_moldes
Croquis e cartela de cores - Inverno 2011.
 
Esportivo

Entram em ação os tecidos tecnológicos que proporcionam praticidade e flexibilidade. Na modelagem, as peças soltas e oversized misturam-se às leggings em um jogo de volumes. Xadrez e listras são as estampas da vez ganhando efeitos desgastados. Tons de laranja, amarelo e azul criam pontos neon que contrastam com as cores neutras, mais invernais. 

esportivo_moldes
Conceito - Esportivo - Inverno 2011
esportivo_moldes
Esportivos na passarela
esportivo_moldes
Croquis e cartela de cores - Inverno 2011.
Irreverente

Apostando em sobreposições e assimetrias, essa tendência aparece em uma profusão de desenhos abstratos e geométricos em contraposição à monotonia dos tons sóbrios. Na modelagem, o indicativo são as fendas e os recortes.

irreverente-pecas
Conceito - Irreverência - Inverno 2011
irreverente-pecas
Irreverência nas passarelas
irreverente-pecas
Croquis - Inverno 2011
Romântico

Delicada, a tendência resgata a nostalgia das décadas de 1950 e 1960, onde a cintura marcada é a essência da silhueta feminina. Vestidos, saias godês e pantalonas contrapõem-se às calças cigarrete e baggy de alfaiataria. Os tecidos, ornamentados com trabalhos manuais, transparências veladas, brilhos contidos e superfícies lanosas, ganham complementos com acessórios feitos de materiais naturais, como palha e tressê.

romantico-moldes
Conceito romântico - Inverno 2011
romantico-moldes
Romantismo nas passarelas
romantico-moldes
Croquis e cartela de cores - Inverno 2011
Sensual

Um dos estilos mais fortes entre as consumidoras brasileiras, a tendência sensual  baseia-se na estética da acumulação. Para tal, valem o couro, tecidos perolados, rendas e texturas distintas para revelar estrategicamente algumas partes do corpo. Na modelagem, a vez é dos microvestidos estruturados, longos com fendas, decotes profundos e calças skinny. Entre as cores fortes estão o preto e o coral.

sensual_moldes
Sensual - Conceito - Inverno 2011.
sensual_moldes
Sensualidade nas passarelas.
sensual_moldes
Croquis e cartela de cores - Inverno 2011.

.

.

.

Achei super incrível todas essas matérias sobre os tecidos e as feiras que eu lí e estou postando pq precisava muito compartilhar com vcs! No último post eu deixo o link de onde esta vindo todas essas informações.

Beijo!!!!

Key

.

.

.

Anúncios